segunda-feira, 30 de maio de 2011

Oak Leaf Branco 2008 (Uva Chadornay)

Um rótulo intitulado Oak leaf (Trad.: 'folha de carvalho') a expectativa que se projeta é de que haja uma passagem por barril de carvalho, mesmo que breve, e consequentemente seja um vinho com mais estrutura. Algo que o chilenos vem fazendo muito bem em alguns rótulos chadornay.

Voltando ao vinho, a expectativa foi bastante frustrata; e racionalizando friamente a equação financeira não fecha. Um rótulo da california por R$16,00 / US 9,4 - fora do meu escopo, mas nem por isso deixo de conhecer - comprado no Brasil inclui (1) Frete, (2) Impostos e (3) Margem. Se tivesse passado em carvalho digamos tres a quatro meses, então em uma produção financeiramente sustentável se deveria adicionar o custo de (4) manter o estoque parado e a (5) depreciacao do barril de carvalho. Os leitores financeiros e até mesmos os não financeiros já perceberam que por R$ 16,00 só com mágica.

Para aproveitar o 'investimento' vou abrir uns vongoles para uma macarronada do final de semana ou um founde de queijo.







COR: Típica do Chardonnay - ambar bem claro
OLFATO: Frutado demais. Nada de alcool mas um 'doce' excessivo
BOCA: Confirmado o muito frutado e doce - vide olfato. Acho que este é um vinho corrgido* apesar de apenas 12,5% de alcool. Se não der dor de cabeça já foi lucro...


Nota 5,0

(*) - Vinhos corrigidos são aqueles em que se adiciona açúcar para que consiga fermentar e obter alccol (vinho) pois a quantidade presente nas uvas foi insuficiente ou o mosto que restou das primeiras prensagens nao permite mais um lote de produção.

Abs p/ eles e bjs p/ elas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...